Grupo Máscara na Face

Quem somos

Apenas somos. Somos de várias formas, de todos os jeitos e de outras maneiras. É assim que somos. É assim que cada um está entre a máscara e a face, na felicidade de ser coragem, na alegria de ser uma aposta certa, no colorido de ser todo mundo e na ousadia de ser teatro.

O Grupo Máscara na Face, do Colégio Nossa Senhora das Graças, é você reinventando-se todos os dias, descobrindo-se artista, para crescer humano

O que fazemos

Unindo a trama da vida com o jogo da arte, fazemos do palco o lugar do encontro, fazemos da cena o tempo do abraço e de sorrisos sinceros.

Não ensaiamos sentimento, porque os vivemos com a intensidade de uma estréia abrindo as cortinas do mundo para o espetáculo da vida, onde o teatro traduz a grande arte de Deus. Acredite e confira!

Por que fazemos?

Porque mais do que espetáculos, o Teatro constrói relações sociais profundas e o fazer teatral é o lugar dessa acontecência. Acreditamos que o teatro é uma família que escolhemos ter e ser.

O cineasta Domingos de Oliveira, acredita que a afetividade é o verso e o guia para a formação e sustentação do fazer teatral. A verdade é que por mais paradoxal que seja, no teatro não podemos fingir nem dissimular. É necessário ir em busca da emoção primeira, que nos faz acreditar na poesia, no sonho e na vida. Porque o “teatro não é uma invenção do homem moderno, é uma invenção dos homens quando ainda eram deuses… e não mentiam”.

Quando começamos?

Cedo ou tarde, de uma forma ou de outra, as reflexões acerca da educação sempre levaram a entender a arte como instrumento definidor do desenvolvimento humano. Dessa forma, com o apoio e estímulo de toda a comunidade cordimariana, o Grupo de Teatro “Máscara na Face”, do Colégio Nossa Senhora das Graças, surgiu em 1998, sob a direção da professora Socorro Cysne, como uma grande aposta na construção de um ser reflexivo e plural. Nessa perspectiva, várias produções se seguiram, entre muitas:

Tibicuera, era uma vez… (1998) – O Rei Negado (1999) – Quem Roubou o meu futuro? (1999) – Retratos de um século (1999) – Bendito fruto (2000) – Canto ao Cristo (2001) – Uma noite como esta (2002) – O fim da Escola (2002) – Entre o Céu e a Terra (2003) – De braços abertos (2004) – Brincadeira de São João (2004) – O Legado da Paz (2005) – Fogo Encantado (2006) – Simples essência (2007) – Margens do Mistério (2008) – A escolha é sua (2009) – Trago comigo (2010) – De aço e de flores (2011) – Pagando pra ver (2011) – Da Cor de Deus (2012) – Deus esteve aqui (2013) – O tempo de Deus (2014) – Eis o Homem (no meio de nós) (2015) – Em Memória de Mim (2016) – Filho Amado (2017)